Do livro “Mulher Vestida de Casa”, escrito por Karuna de Paula, também nasce o álbum “Mulheres Vestidas de Casa”. 

Este projeto dá vazão às vivências das artistas “vestidas de casa” Joana Velozo, Joana Pena, Jane Pinheiro, Marcela Lins e Isabela Faria. 

Cada ilustração foi feita por uma artista recifense. Elas nos falam sobre renascimentos, pequenos ritos, olhares que buscam escutar as suas paisagens sonoras - íntimas e emocionais. Dentro de casa, cercadas pela rua, espreitando pelas janelas o céu, transbordando, através das suas mãos, com riscos e pontos, sentimentos que brotaram durante a quarentena dos anos de 2020 e 2021. 

As ilustrações contam sobre anseios de mulheres que se escutaram, pois, puderam se escutar; mulheres que sabem ter um direito tão exíguo a outras, ao ponto de tornar-se privilégio: o direito de permanecer em casa. Onde essas imagens nos incomodam? Como podem nos contar sobre a quarentena vivenciada durante uma pandemia - tempo de adoecimento, dores, caos social e político? Mulheres vestidas de casa é uma maneira de contar sobre a quarentena de 2020, estendida a 2021, realizada por cinco mulheres. Elas pintam, bordam, desenham, escrevem e contam sobre si, para todas nós. Contam-nos sobre vivências.

Álbum Mulheres Vestidas de Casa

R$ 0,00Preço
  • Gratuito