A criação de um Deus por dia sob as marteladas da canção “No Olimpo”, da banda Nação Zumbi: este foi o desafio ao qual se lançou o historiador, escritor e editor Rodrigo Acioli para a composição do livro “Todos os dias nascem Deuses”, com ilustrações do artista plástico Tiago Acioli.

Inspirado pelo realismo fantástico do escritor argentino Jorge Luís Borges (1899-1986), “Todos os dias nascem Deuses” traz pequenos contos nos quais são descritas uma divindade imaginária a cada dia, como o Ar, “o mais jovem e intempestivo de todos os deuses, é também chamado de Último, pois, só depois do Fogo, da Terra, da Água, das Estrelas é que veio a luz. Tudo se dispunha sob e sobre o firmamento, mas imóvel, tudo estava estagnado, perfeito, paralisado.”

Todos os dias nascem deuses

R$ 50,00Preço
  • Frete grátis